Mulher busca atendimento em hospital e “descobre” que está morta

Já imaginou entrar em um hospital para ser atendido e descobrir que você esta morto? Bem, você na verdade está vivo, mas a sua documentação inteira diz que você está morto. E agora? Essa é a história de Juana Escudero, uma senhora espanhola que descobriu que estava morta há 7 anos atrás.

juana-escudero

A confusão toda aconteceu quando outra mulher, também chamada Juana Escudero, morreu em Málaga. No entanto, nos trâmites burocráticos para o enterro da moça, o registro de Juana Escudero, de Alcalá de Guadaíra, acabou sendo usado erroneamente. A mistura de documentação acabou resultando no seguinte: enquanto, legalmente, a senhora Escudero de Málaga estava viva; Juana Escudero, de Alcalá de Guadaíra, que estava realmente viva, foi dada como morta.

juana-escudero2

Que confusão, não?

Escudero descobriu tudo isso há sete anos, mas não conseguiu ter sua documentação regularizada até agora! E não foram poucos os problemas, viu? A senhora teve problemas para provar que era viúva do seu marido, quando o homem faleceu. Ela também enfrentou uma luta para renovar a carteira de motorista… Isso sem mencionar que o Tesouro Nacional a acusa de roubo de identidade!

Achou dramático? Pois ainda tem mais: enquanto a mulher sofre com o governo para provar que está viva, com uma instituição ela não tem problemas: os bancos nem ligam, continuam mandando as faturas.