Homem remove espinha com lâmina de carpintaria e se complica

Uma espinha no queixo é algo desagradável e incomodo, né? Mas isso nem de longe é pior do que contrair um fungo no lábio. Mas foi exatamente isso que aconteceu com um jovem de 23 anos, do condado de Cook, próximo a Chicago, nos Estados Unidos. Incomodado com a acne, ele decidiu usar uma lâmina de carpintaria para extrair a espinha e acabou se complicando.

O caso do rapaz parou no Journal of Emergy Medicine, devido a raridade. O que aconteceu foi que o homem contraiu um fungo que raramente causa complicações na pele – para se ter ideia, são apenas 50 registradas na literatura médica. Mas esse homem acabou danificando gravemente seu lábio inferior e, mesmo não relatando dor, a coisa não parecia nada boa…

fungo-labio

O fungo em questão se chama Blastomyces dermatitidis e causa a blastomicose. O fungo costuma viver em no solo ou em madeiras em decomposição. A suspeita é de que a lâmina de carpintaria usada pelo homem já estivesse infectada.

O caso tem tratamento e, embora lento e chato, é bastante eficaz. Em duas semanas de acompanhamento médico, o rapaz já teve uma melhora significativa. No entanto, os médicos alertaram que seu lábio pode levar até 12 meses para se recuperar por inteiro.